Música – Má música ou falta de gosto?

Hoje dar-vos-ei música. Isto é, falarei um pouco sobre ela. Todos nós temos os nossos gostos musicais, esse é um facto. E quanto vemos alguém a ouvir uma música que para nós é detestável, pensamos de imediato “eww, que falta de gosto”. É inevitável, meus amigos. Eu mesma faço isso variadíssimas vezes. E porquê? Porque sem querermos, muitas vezes entramos num determinado estereótipo musical: os do metal, os do hip-hop, os da música popular, os mais clássicos, os dos rock, os punk, os isto, os aquilo. Mesmo que consideremos que alguns destes tipos nem sequer têm qualidade para serem chamados música, o facto é que para todos eles, há pessoas que compram, que vão a concertos, que cantam, que dançam, que gostam.

Acredito que na maioria dos tipos musicais tanto há música boa, como música má. Digo maioria, porque inevitavelmente não consigo deixar alguns dos tipos odiosos (preferirei não referir quais, para não ferir susceptibilidades. Quem me conhece o saberá). E como música boa ou má, não me refiro obviamente à quantidade de pessoas que dela gostam (muitas vezes até é inversamente proporcional), mas sim à própria qualidade musical. (Há arte na musica e há quem tenha o dom de saber usá-la e há quem não saiba. Isso é evidente).

De forma flagrante notamos estas divergências de gostos a nível dos festivais de verão (todos se lembrarão provavelmente que há poucos meses atrás os chamados mais “góticos”, ou mais do metal se encontravam no SBSR, e os mais do pop optaram pelo RIR. (concordemos que de rock não teve nada).

E é tão fácil, e até divertido, dizermos um pouco mal dos outros. “Os do outro lado não prestam” é fácil. “Nós somos os melhores, porque ouvimos o que é bom!” Não é fácil sair deste plano e aceitar minimamente os outros, especialmente quando desprezamos os seus gostos e os achamos perfeitamente intragáveis.

No entanto há que não esquecer que a musica que ouvimos é também um pouco de nós, e não falando dos mais eclécticos (e mesmo estes, geralmente são-no dentro de determinados estilos), muitas vezes os que ouvem determinados tipos de música têm determinadas outras características e gostos em comum. Não será então natural que estas pessoas se relacionem mais entre si, deixando fora do seu grupo os totalmente opostos? Penso que sim.

Transformam-se assim as quezílias devido a diferentes gostos musicais, em algo bem mais amplo, que são as divergências entre os grupos da nossa sociedade…

(PS – E já que falo em música, aproveito para informar os interessados, que Opeth estará no próximo dia 9 de Dezembro em Portugal, no Paradise Garage, e no dia seguinte, dia 10 no Hard Club.)

Psicologicamente Musical..

8 Respostas to “Música – Má música ou falta de gosto?”

  1. Parvo Na Cadeira Says:

    Ao rock in rio n foi a malta pop foi a malta que não sabia muito bem aonde queria ir e não sabia onde gastar o dinheiro.

  2. Mozart Werther Says:

    Discordo no que você escreveu em alguns pontos, mas o que posso destacar é no trecho que diz:

    – Acredito que na maioria dos tipos musicais tanto há música boa, como música má.

    Há músicas, pelo menos no Brasil (já que noto que talvez seja de portugal) que não há nada de bom nas letras, musicas e integrantes, mas gosto é gosto como dizem por ai!

  3. psig Says:

    Em Portugal também as há…aliás, mais de metade da música portuguesa é desse tipo..má..

    Mas queria evitar de catalogar e dar o beneficio da duvida a quem mesmo assim gosta..

    Obrigada pela visita e pelo comentário

  4. O Picador de Gelo Says:

    Porque os Sons são Asas.

    trackback
    Aviso à navegação: Isto era para ser um comentário pequeno… mas a tinta não se me parou de escorrer para o papel… espero que acrescente valor ao post:)
    Sons. Mais do que a música, penso que devemos ouvir os sons que ela no…

  5. Raquel Moniz Says:

    Quem define o que é bom ou mau?

    Criticamos porque é facil, porque até em algumas coisas sabe bem, mas quem nos deu a divina graça de sabermos que nós é que estamos certos? e não as outras pessoas?

    Eu tenho um gosto músical diferente da maioria das pessoas com quem convivo… Acabamos por nos “gozarmos” mutuamente, mas acima de tudo tentamos encontrar o meio termo, nem que este seja ir a uma rave (em que para mim é a mesma música desde que entramos até sairmos) e eu sair de lá alcoolicamente bem disposta.

    p.s. gostei do post.

  6. psig Says:

    No fundo, é o respeitar os outros, e até o saber ceder em prol dos gostos os amigos=)

    tks=)

  7. micheilla Says:

    eu acredito , que gostom musical, cada um tem em si e todos tem que respeitar, o meu gosto é meio variado, maiS CURTO UM TIPO DE MUSICA QUE MUITOS Ñ GOSTAM SERTANEJO,


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: