Rosa, cor de morte?

Ouvira-se o aviso que uma estranha espécie de insectos invadira a cidade. Corria o boato que não tocássemos em qualquer insecto desconhecido. Seriam mais pesados que o normal, como se fossem feitos de puro aço. Eram altamente perigosos, podendo contaminar rapidamente toda a cidade com um vírus incurável.

 O pânico instalou-se, mas tentava levar a minha vida normal.

Preparava-me para um pouco de exercício, no pavilhão desportivo de uma das minhas escolas. Até que…

 Surgira uma borboleta cor-de-rosa, e outra, e mais outra, e outra…Seriam aqueles os tão perigosos insectos?

 Todos fugiram de imediato para uma espécie de cave do pavilhão. Segui-os, sem saber ao certo que tipo de perigo poderíamos ou não correr.

 Entrara num sub-mundo que não sabia existir…Da grande corrida para o refúgio, ficara-me uma única imagem registada na mente: uma enorme nuvem rosa, voando rapidamente na nossa direcção, tentado entrar antes que o grande portão de aço de fechasse…  

 Ali todos pareciam distantes. Percorri longos corredores, tentando perceber que sítio seria aquele. Os barulhos de embate de aço contra aço, enchiam os olhares de pânico. Não desistiam de tentar entrar…ainda conseguiriam, talvez.  

 Uma outra cidade se encontrava diante dos meus olhos. Pessoas infectadas, caídas pelos cantos, enquanto outros tentavam cuidar do que restava delas. Felizmente, o que quer que fosse o vírus, não se transmitia de humano para humano. Bastaria ficar longe das borboletas…

 Mas as pessoas eram estranhas, mais estranhas que qualquer perigo. Conflitos atrás de conflitos. Os mantimentos de certo seriam poucos, e as pessoas estavam dispostas a tudo para a sua própria sobrevivência: inclusive matar.

 Sem saber o que me fazia tirar tal conclusão, senti que nada daquilo era real. As borboletas seriam uma mera experiência para nos afastar do mundo. Sem saber quem o fez ou com que objectivos, resolvi fugir daquele estranho mundo maldito. Corri na direcção do grande portão, carregando no botão para que abrisse. Assim que se aperceberam de tal acto, correram para me parar, mas não foram a tempo..

 O portão abrira, as borboletas entraram, e muitos tentaram correr, fugindo para parte incerta…

 Corri até um café. Alguns bebiam e comiam como se nada fosse. Subindo umas pequenas escadas, observava-se uma espécie de aviário…Pareciam patos…mas uma estranha substância cor-de-rosa lhes saia do corpo.

 Eram inofensivos. E fora neles que as borboletas se haviam transformado… Matei eu alguém ao abrir tal portão? O que explicaria tudo isto? Perguntas que ficaram sem resposta e o sonho saltou para outro espaço, que descreverei no post seguinte…

 (noite de 26 de Agosto 2006)

8 Respostas to “Rosa, cor de morte?”

  1. Parvo Na Cadeira Says:

    CONTINUA NO PRÓXIMO EPISÓDIO! xD é cada sonho que fazem os meus parecer normais =X

  2. Glu Glu, Sou Um Perú! Says:

    ai está.. O efeito borboleta!😛

    realmente tens uma grande imaginação😉

  3. psig Says:

    looool o efeito borboleta =DDD :rofl:

    imaginação a dormir=X

  4. ELISABETE CUNHA Says:

    isso porque eram borboletas cor se rosa , imagine se fossem elefantes cinzas com asas de aguia? adoro ler essas fantasias vc e bem criativa!!!!

  5. psig Says:

    ehehhe era bem mais pesadinho =D

  6. lunawinter Says:

    Star. Isto é de loucos.
    😮

    Mas penso que isso deve vir das noticias que deram aqui a uns tempos sobre a infestação de borboletas em Portugal..

  7. psig Says:

    loli

    Nem me lembrava disso lool agr que falas, se calhar vi a noticia, dunno oO

  8. Parvo Virus Says:

    Dave

    Interesting topic… I’m working in this industry myself and I don’t agree about this in 100%, but I added your page to my bookmarks and hope to see more interesting articles in the future


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: