Regresso ao mundo dos sonhos! – Pilhas salvadoras

Estava deitada na cama, naquele momentâneo estado antes do adormecer. Tinha uma pequena câmara, por coincidência ou não, igual à pequena câmara que se encontra ligada ao computador. Igualmente igual (com propositada redundância), exceptuando as luzes: uma pequena luzinha verde que me acompanhava os sonhos. E a luz mudara de cor, para um amarelo fluorescente, no preciso momento em que o meu coração acelerara. Ou acelerara ele, com a mudança de cor? O perigo aproximava-se, em forma de um feroz tigre que me invadia o quarto. Levantei-me de rompante, pegando ao colo a pequena câmara. A mudança de cor fora um sinal, e sabia que teria de a colocar novamente verde, para que tudo voltasse ao normal (não é normal, ter-se um tigre no quarto). Deslizando a pequena rodinha (por sinal, ausente, na câmara real), a luz tornara-se azul. Um azul intenso, que se reflectia como um laser, até à direcção do animal. Este desaparecera num ápice, tal como havia surgido. A luz voltara a verde.

Servia aquele pequeno objecto, com o seu pequeno leque de cores, para a abertura de um portal para um outro mundo. Um mundo de outros seres, desconhecido por comuns mortais. O que poderia dalí surgir? Qualquer ser, qualquer demónio…

Não era possível prever quando a cor mudaria, mas o amarelo era sinal de perigo. Perigo iminente que depressa se transformou em lobo, em urso…em…por sorte, somente apareceram animais ferozes, mas qualquer outro tipo de ser, mais atroz, poderia surgir. Era premente evitar a mudança de cores. Surpreendentemente, eram simples pilhas que alimentavam o objecto mágico. Se estas se extinguissem com o amarelo aceso (sinal de bicho presente), seria impossível a mudança de cores. O animal teria tempo de ataque, antes mesmo de se encontrarem novas pilhas. E não haviam pilhas, não tinha suplentes…

Procedeu-se assim, a uma “vaquinha” para a compra de pilhas. A vida da humanidade estava em perigo, e só poderia ser constantemente defendida caso houvesse um razoável armazém de pilhas!

Foram muitos os que contribuíram com uma pilha, até que uma ideia me surgiu! Porque não desligar a câmara, com a cor verde acesa? Durante eras, a pequena câmara se encontrara desligada, não tendo havido qualquer perigo. Não haveria perigo, em desligá-la. O amarelo não voltaria a surgir, e o portal não se conseguiria abrir jamais. Assim o fiz, desliguei-a. Voltei a dormir, descansada.

O mundo estava a salvo, e já não eram necessárias pilhas.

(Sonho de 03-12-2006)

(Em todo o caso, hoje comprei duas, das recarregáveis, precisava para o leitor de mp3…).

Psicologicamente fechando portais perigosos!

4 Respostas to “Regresso ao mundo dos sonhos! – Pilhas salvadoras”

  1. Pessoa extremamente inteligente na Cadeira Says:

    Estava a ver que não tiravas as pilhas com a luz verde!

    Elementar minha cara! xD

  2. Psicologicamente... Says:

    Eu antes pensava que a camara não se podia desligar =D tinha de se tar sempre ali a mudar a cor=X

  3. Valéria Says:

    Isto é só mais um sonho estranho! Assim também os tenho muitos! OU SEJA, nada que se preocupar, já que é só uma espécie de fantasia noturna que vem para nos perturbar! É assim mesmo! Aqui é Valéria, do Brasil para o mundo! Boa noite e bons sonhos para quem estiver aí a ver meu comentário!

  4. Psicologicamente... Says:

    Sim, é só um sonho estranho, como todos os outros =) Não me preocupam, acho-lhes é piada ^^


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: