El Laberinto del Fauno – Fantasia ou Imaginação?

Os que costumam acompanhar este blog, já devem ter reparado, que esporadicamente vou falando de um outro filme. Hoje, chegou a vez de El Laberinto del Fauno. O filme, do realizador mexicano Guillermo del Toro, venceu o 27º Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, ao ganhar o prémio para o Melhor Filme da secção oficial Cinema Fantástico, e ganhou, há uma semana, Óscares de Melhor Direcção Artística, Fotografia e Caracterização.

Confesso que é a primeira vez que me desloco ao cinema, para visualizar um filme falado em Espanhol. Tendo em conta o maior hábito dos portugueses em ver filmes na língua inglesa/americana, por vezes as diferentes línguas provocam-nos alguma estranheza inicial. Esta é uma estranheza que rapidamente se dissolve, neste filme. Rapidamente nos deixamos levar pela história, entrando no ambiente de rescaldo de guerra e de fantasia que o filme nos proporciona.

Caracterizaria este filme, como um conto de fadas para adultos. Por vezes, torna-se difícil criar um conto de fadas, que não caia na infantilidade e no excesso de irrealismo. Aqui, podemos considerar duas realidades paralelas: o mundo de fantasia de Ofélia, a criança (personagem) central, e o mundo dos adultos, num ambiente cruel de guerra. Assim, estamos perante um filme que nos mistura personagens mágicas, com as imagens violentas de um pós-guerra: realidade cruel vs ficção maravilha, ou guerra vs esperança?

Toda a dualidade é facilmente ligada a duas das personagens centrais: Ofélia, dando-nos a imagem de esperança e pureza de quem acredita num mundo de fadas. E Capitán Vidal, seu padrasto: cruel e implacável. Como joguete entre ambos, vemos a mãe de Ofélia, que tenta a todo o custo balançar os dois mundos, tentando chamar Ofélia “à terra”, para que agrade o seu padrasto. E por fim, Mercedes, uma mulher do povo tentando repor a justiça do “mundo real”.

Será a fantasia um mundo real alternativo, ou existirá somente na mente de uma criança atormentada pela verdadeira realidade?

Não colocaria este filme, na lista dos meus “favoritos”, mas é sem dúvida um bom filme a ver.

 

c_laberinto_fauno_cartel_1.jpg

Psicologicamente Fauna…

5 Respostas to “El Laberinto del Fauno – Fantasia ou Imaginação?”

  1. Parvo Na Cadeira Says:

    Como disseste: é girinho, original e vê-se bem, falta qualquer coisa ali no meio, mas garante que o Sr. El Toro sabe o que anda a fazer.

  2. acrisalves Says:

    Adorei… adorei o facto de ser em espanhol, adorei o clima, adorei o facto de não ser um mundo fantástico cor-de-rosa…🙂

  3. Psicologicamente... Says:

    Sim, o espanhol foi “primeiro estranhou-se, depois entranhou-se” =P

    Fazia falta algo diferente, acho que é um bocadinho por ai =)

    E gostei bastante de ter acabado como acabou loli

  4. Manuela Says:

    Os Óscares foram inteiramente merecidos. Também o caracterizaria como tú, “um conto de fadas para adultos”, original e interesante., num conceito já algo conhecido mas que aqui aparece “fresco”.
    Parabéns tb pelo teu blog. Não conhecia, mas fiquei fã!
    Estás no meu blogroll.
    Manuela

  5. Psicologicamente... Says:

    Muito obrigada pelo comentário, e pelo link =)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: