Anime 4 – Fate/Stay Night

Hoje é a vez de Fate/Stay Night. Imaginem famílias de magos, onde o traço da magia passa de geração em geração. Sete desses descendentes são escolhidos. Para cada um deles, é materializado um servo, que não é nada mais, nada menos, que a reincarnação de uma figura lendária. Sete figuras, não tendo o mesmo aspecto que o herói que representam, fazem-nos ir adivinhando ao longo dos episódios a sua verdadeira identidade. (Uns mais óbvios outros mais rebuscados, uns mais flagrantes, outros mais subtis, todos são alguém de quem já ouvimos falar….quem serão?)

E assim começa uma nova guerra, com o objectivo de alcançar o mítico Cálice Sagrado. (Sim, o conhecido Holy Grail, que em tantas histórias marca a sua presença).

Só os “servants” poderão tocar no Holy Grail, e são eles que terão um papel mais activo nas lutas que se seguirão. Serão eles, dotados de experiencia e capacidades de batalha, que lutarão uns com outros, até que só um seja o vencedor. Os seus mestres terão um papel de suporte, ficando mais atrás auxiliando com as suas magias (os que as sabem realmente fazer). Ou pelo menos, assim seria, teoricamente! Teremos “masters” na linha da frente da batalha?

No fim, o par vencedor terá direito a um desejo…. Levará novamente a uma grande catástrofe, como outrora acontecera?

Se imaginar uma linha de classificação dos animes, começando dos mais densos (com maior profundidade de história, mais intensos, tanto nas emoções que provocam, como no interesse que suscitam) e acabando nos animes “de passar o tempo” (leves, mais preocupados em proporcionar-nos alguns momentos de riso e diversão do que propriamente em fazer-nos pensar), Higurashi e Melancholy penderiam para o primeiro extremo, Rozen Maiden para o segundo e Fate/Stay Night ficará sensivelmente a meio da linha.

Engraçado reparar que as próprias Bandas Sonoras destes animes acompanham de certo modo esta tendência.

Sem uma banda sonora propriamente memorável, Fate/Stay Night pode contar com boas músicas de introdução e créditos finais:

Deixo-vos, por fim, um desenhozito da Rin Tõsaka, uma das “masters” do anime:

 

Rin

Próximo Episódio: Gantz

4 Respostas to “Anime 4 – Fate/Stay Night”

  1. Joanna Says:

    eish fate/stay night ftw!

  2. TheDeadServ Says:

    Boas!
    Mto bom, mesmo! Mas….
    Um anime muito bom. A história integra bem componentes históricos e razão suficiente para fazerem parte do presente, embora o Cálice Sagrado seja um bocado de cliché depois de ser tão xupado pela industria de entertenimento, mas passa-se bem por cima disso!
    A acção é bastante satisfatória com lutas ao gosto de qualquer adorador de shonen, mas nunca sendo aleatórias e sem razão de ser. O desenvolvimento das personagens também está bem conseguido, dando espaço até para um pequeno romance para aquecer o ar.
    Se fate/stay night tem algo a que se apontar, é a sensação de pressa que o desenrolar da acção tem. Sente-se claramente um avanço desritmado na história, de quem quer por muito conteúdo em 24 (se bem me lembro) episódios de 20 mins uteis. Felizmente, o fim de algum modo alivia todo esse correr trapalhão.
    Classificação pessoal:
    Animação: 5/5
    História: 3/5
    Personagens: 3/5
    Originalidade: 2/5.
    *Entretém mto bem sem dúvida! Mas para um otaku exigente como eu, falta o “algo” que prende ao ecrã.

  3. Psicologicamente... Says:

    Obrigada pelos comentários, é sempre bom acrescentar opiniões.

    Esse lado mais cliché, acho que até consegue ser compensado com o facto de darem uma nova perspectiva, tanto ao cálice em si, como às personagens históricas. É terem agarrado em coisas que já estão fartas de existir e portanto todos conhecem, e “brincar” um pouco com isso.

    Concordo quando dizes que faltou “o algo”. Não têm aquele lado extraordinário que nos deixe boquiabertos, mas consegue ser um bom anime.

  4. Bizarro Says:

    Tentei ate ver fui ate 13
    achei um dos animes com cliches muito mal explorado o heroi e extramamente irritante o “Bonzinho/protetor” pra ter uma ideia tudo que ele fala parece um discurso dos cavaleiros do zodiaco, quanto a ação… e boa na media tão bem quanto naruto o misterio e idiota a e um anime e muito melodramatico e aguniante todos os pesonagens são extremamente cliches nem sei porque não tem a menina gatinho

    Animação: 4/5
    História: 2/5
    Personagens: 1/5
    Originalidade: 1/5


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: