FullMetal Alchemist

Toka Koka! Ou princípio da troca equivalente. Esta é talvez a noção mais interessante do anime. A noção de que para recebermos algo, temos de dar algo do mesmo valor. O que é tido no anime, como o principio base da alquimia, é por outro lado, uma noção idealista da nossa realidade. A ideia de que temos de amar para ser amados, de respeitar para ser respeitados, e assim por diante.

FullMetal Alchemist começa por apresentar-nos dois irmãos, Alphonse e Edward Elric. Filhos de um alquimista conceituado, que os deixou ainda pequenos, aprenderam também eles a arte da alquimia.

E o que é a alquimia? A capacidade de transformar algo, noutra coisa, respeitando os componentes em questão. Por exemplo, seria possível transformar algum objecto partido na sua forma intacta, desde que estivessem presentes todos os seus pedaços. Transformar uma colher num garfo, desde que constituídos pelo mesmo material, etc, etc. O grande tabu da alquimia consistia assim na transformação dos seres humanos: seria apenas necessário reunir todos os elementos químicos que constituem o corpo humano, para ressuscitar alguém?

Alphonse e Edward tentam testá-lo para trazer de volta à vida, a sua recém-falecida e adorada mãe….Será que conseguem? Que consequências daí advém? O que farão depois?

FullMetal Alchemist é um anime bastante conhecido, e confesso que superou as minhas expectativas. Personagens bem caracterizadas, que nos deixam um certo carinho. Momentos intensos que nos remetem para questões importantes: Até que ponto somos capazes de fazer determinadas coisas para alcançar os nossos objectivos? Até que ponto devemos aceitar os factos da vida, ou lutar para que se alterem?

Se existisse um objecto nos confins do mundo, que nos permitisse trazer alguém de volta à vida, o que faríamos para conseguir ficar cm ele? Se é que faríamos algo, claro.

Quem não pensou um dia, o quão engraçado seria, transformar as coisas com as suas próprias mãos? Que vantagens isso poderia trazer? Quais são os limites da ciência?

São muitas as questões levantadas, num anime que tem o seu lado leve e até humorístico. Full Metal Alchemist consegue um balanço muito positivo, entre as cenas pesadas e intensas que nos deixam a pensar e até com uma certa tristeza, e as cenas que aliviam este cenário, fazendo-nos no rir.

Quando vemos um anime na casa dos 50 episódios temos sempre aquele receio de demasiados episódios pelo meio que não acrescentem nada e que tornem o anime mais aborrecido. Não é caso deste anime, em que a história flui facilmente e nós dá sempre vontade de ir continuando até ao fim.

Mais informações, como sempre, na wikipedia. Para quem não viu, cuidado para não se spoilarem.

Resta-me ver o filme, que segundo parece continua a história….

Após ter visto Darker than Black, o Estúdio Bones, continua a surpreender-me pela positiva. E continuando com Bones, próximo post: Eureka Seven. Belas surpresas se aguardam.

12 Respostas to “FullMetal Alchemist”

  1. A Espiral Says:

    Muito bom anime de facto, a sua aparência meio juvenil engana bastante. Se não me tivessem recomendado este anime 500 vezes acho que não o teria visto.

  2. dextro Says:

    FMA é simplesmente genial, todo o conceito daquele universo é delicioso e é uma pena o filme ser tão curtinho (e ter um fim tão “triste” a meu ver). A historia do filme é relativamente interessante e dava para 26 ou quiçá outros 50 episódios mas da forma que saiu ficou a saber a pouco na minha opinião…

    Still, recomendo para quem gostou da série🙂

  3. Psicologicamente... Says:

    Mataste as minhas esperanças todas com esse comentário=x

    Tava a espera do filme pro final feliz. O do anime foi tristissimo=x

    Mas pronto, ver se arranjo pra ver =D não contes, não contes^^

  4. Cool Says:

    Ainda estou a arranjar este… tá a levar muito tempo a “adquirir” o anime, também já me falaram tanto dele que assim que o tiver tem logo prioridade. ^^

  5. thedeadserv Says:

    Quem quer que te ande a recomendar os animes, tá em alto nível.
    Por acaso também tou a ver um anime de Bones, chama-se The Skull Man, mas não me parece ser rei em termos de enredo e personagens. Mais ainda só vou no 5º episódio (de 13).

    Fdx… lembro de tar a ver episódios disto até ás tantas da manhã com a minha Ex (q tb se chama Sara lol) q tb é grande fã de anime. Foi dakeles q nos colou ao monitor mesmo á parva.

    Anywhoo, FMA foi, sem duvida alguma, um dos poucos animes que me deixou com a sensação de estomago cheio no final, mas com gula para uma dose dupla.
    O filme está muito bom e em termos de animações tá de chorar por mais. É uma óptima conclusão ao anime. E Sara (é Sara n é? plo menos foi o que me disseram) podes passar por cima do que o dextro disse. Eu curti bué o filme, e fiquei satisfeito com o fim. A minha ex não.
    É um bocado subjectivo.
    Para mim um dos pontos mais fixes deste anime foi a caracterização das personagens. A maneira como o lado escuro das personagens surge na necessidade de estimarem quem ama. De os levar além do limite do que é humanamente correcto.
    O mostrarem o mal e crueldade das situações, sem restrições. Tudo isso valeu muitos pontos na minha opinião.

    E já agora, se gostaste de FMA, checka Busou Renkin. Ambos partilham o factor da alquimía. Embora em Busou Renkin, não pareça ser mais que uma desculpa para as habilidades dos personas. Afinal, Busou Renkin é shounen.

    Classificação pessoal:

    Animação: 5/5
    Arte: 4/5
    História: 5/5
    Personagens: 5/5
    Originalidade: 5/5.

  6. Psicologicamente... Says:

    Não é propriamente ninguém a recomendar, eu e o meu namorado vamos procurando descrições por ai e arranjamos o que nos parece bem. Depois vamos vendo =)

    Quanto a Bones, já falo melhor sobre isso quando falar de Eureka Seven, que acabei ontem de ver. =X

    O filme, hei-de ver=) É Sara, sim…

    Obrigada pela recomendação.

  7. pedro Says:

    gajas nuas e boas é q

  8. Lord Byron Says:

    Full Metal e definitivamente o melhor anime ja produzido eu que sou fã de yu yu hakosho, que tambem tem uma trama bem diferente que aborda um tema qua ainda cabe outros animes recomendo Full Metal so não vi o filme alguem pode me dar a dica de como consegui-lo?

  9. Raiinu Says:

    Eu amo FMA, e FMA Brotherhood. São perfeitos eu daria nota mil para ambos.
    O Filme também é um maximo, super massa.
    Eu recomendo o filme, pois é uma otima história. Só gostaria que tivesse outro filme, para continuar a história.
    E para quem quer assitir o filme baixe aqui:
    http://www.alchemistproject.net/fma/multimidia/outros/filme . São dois CD’s e download só pelo rapidshare.
    Classificação pessoal de FMA, FMA Brotherhood e Filme:
    FMA Brotherhood/ FMA/ Filme
    Animação: 10 / 10 / 10
    Qualidade de Imagem: 10 / 10 / 10
    História(Anime): 10 / 10 / 10
    Personagens: 10 / 10 / 10
    Originalidade: 10 / 10 / 10
    Média total: 10/ 10/ 10

  10. yue Says:

    outro anime que eu amo muito *-*


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: