Jogos de Tabuleiro – Boas Prendas de Natal

Todos nós, como escape das nossas actividades profissionais e de forma a ocuparmos os nossos tempos livres, gostamos de realizar algumas actividades, os chamados “hobbies”.

Cinema, saídas com amigos, namorar, passear, desporto, jogos de computador ou o simplesmente estar com a família no conforto do lar, podem ser algumas das coisas que optamos por fazer.

Gostava de partilhar com vocês uma das actividades que tenho realizado em algumas das minhas horinhas livres: os Jogos de Tabuleiro.

Poucas são as pessoas que não conhecem alguns nomes como Monopólio, Trivial, Xadrez, Damas ou jogos tradicionais de cartas como a Sueca, o Poker, ou o King. Mas o que gostava de partilhar com vocês, e que me tem movido nestes últimos tempos é a imensidão de jogos que existem. Por vezes, quando falamos em “Jogos de Tabuleiro” as pessoas, no seu geral, não dão grande importância, pois pensam coisas como “pois….aquelas coisas que jogava quando era miúdo, como o Monopólio, já não tenho paciência para isso, eram coisas de miúdo”, ou “Xadrez… ah pois, nunca soube jogar bem isso”. Mas os jogos, tal como toda a restante sociedade, tiveram a sua evolução, e existem jogos actuais excelentes, com mecânicas e temática para todos os gostos.

Para terem uma ideia, existem cerca de 30.000 jogos e todos os anos têm saído novos nomes.

Então, que tipos de jogos existem que são assim tão fantásticos, perguntam vocês?

Podem dar uma vista de olhos aqui, (site internacional) ou aqui (site nacional), mas vou-vos deixar algumas ideias para vos aguçarem o apetite de experimentar alguns.

Temáticas conhecidas, baseadas em livros ou jogos de computador:

Os Pilares da Terra (The Pillars of the Earth, baseado no livro com o mesmo nome)

Starcraft, The Boardgame

Age of Empires III


Ou até, O Nome da Rosa:

Jogos de Comboios:

Ticket to Ride

Railroad Tycoon

Jogos de Guerra:

Tide of Iron

Memoir 44


Jogos Económicos:

Imperial


Jogos Políticos:

Die Macher


Jogos de Ficção Científica:

Twilight Imperium


Jogos Cooperativos:

Por vezes temos aquele receio de jogar, porque não gostamos assim tanto do espírito competitivo, ou do famoso “mau perder”. Mas na verdade, e da experiência que tenho tido, mais importante do que perder ou ganhar, está o prazer que dá em jogar o jogo e escrutinar as suas estratégias. E…além do mais, não existem somente jogos em que uns ganham e outros perdem, mas também Jogos Cooperativos, onde todos os jogadores têm, em conjunto, de encontrar a melhor forma de “derrotar o tabuleiro”.

Pandemic

(Onde todos têm de impedir que 4 diferentes doenças se espalhem pelo mundo. Somos assim os salvadores do mundo, em busca da cura e erradicação de doenças)


Arkham Horror (baseado em H.P Lovecraft)

(O famoso Cthulhu de H.P. Lovecraft poderá acordar a qualquer momento….Conseguiremos nós derrotar todos os monstros das profundezas?)


Uns mais simples, uns mais complexos, há-os para todos os gostos, faixas etárias e jogadores com diversos níveis de experiência.

E realmente costumam jogar essas coisas, perguntam vós?

Sim, o Abre o Jogo, é um local por excelência, onde os jogadores portugueses (e não só), se conhecem e combinam encontros. Há-os, neste momento por variadíssimas zonas do País, desde Loulé a Bragança, passando por Lisboa, Porto, Abrantes, Aveiro, Coimbra, Leiria, entre outros.

Podem ver alguns vídeos do que se tem passado por alguns destes encontros:

Encontro em Bragança

Reportagem num Encontro em Lisboa, pelo canal MOV.

A Realidade de Lisboa é a que conheço de mais perto, onde fazemos Encontros Todas as Semanas (às Quartas-Feiras), bem como Encontros mensais, no terceiro fim-de-semana do mês (Sexta a noite e Sabádo toda a tardar), actualmente no Magic Pool – Rua Augusto Gil – Lisboa.

Quem sabe…qualquer dia não organizarei também em Mafra um destes encontros. (Sugestões de locais ou manifestações de interesse em participar, são bem-vindas;))

Ficam então como sugestão para as últimas prendas natalícias: Porque não um Boardgame? Uma óptima forma de convivio, de conhecer novas pessoas, de desenvolver as nossas capacidades cognitivas e de passar um óptimo bocado, em boa companhia.

Boas Festas, e boas Jogatanas para todos

oh oh oh

Anúncios

Danny Cavanagh – IPJ Lisboa

Na passada sexta-feira, dia 11, no IPJ de Lisboa, eis que tivemos a oportunidade de assistir a um concerto acústico de Danny Cavanagh (mais nem menos, do que guitarrista e co-vocalista da minha banda favorita: Anathema).

Após algumas dificuldades, como a reserva dos bilhetes a 3 dias do concerto, o atraso na realização do mesmo, e até a qualidade do som não ser das melhores, a verdade é que Danny Cavanagh nos conseguiu proporcionar uma noite de sonho.

Tinha assistido ao fantástico concerto de Anathema no Vilar de Mouros 2005, bem como ao concerto acústico, também no IPJ, em que os irmãos Cavanagh (Danny e Vincent) nos proporcionaram momentos inesquecíveis. Confesso que antes do concerto da passada sexta, tinha um certo receio do que iria ser um concerto do Danny a solo. Conseguiria passar-nos a magia de Anathema? Não ficaria a saber o pouco? Não sentiríamos a falta da voz do Vincent?

Não ficando a voz de Danny nada atrás da do irmão, este conseguiu-nos fazer sentir Anathema e ficar ansiosamente à espera que voltem a Portugal.

Peripécias:

Ainda faltavam umas horas para o concerto, mas já que íamos jantar por ali, eu e o meu namorado resolvemos aproveitar para saber se podíamos levantar logo os bilhetes (estavam reservados, mas nada como ter os bilhetes na mão). Levantar bilhetes, só uma hora antes do concerto, mas…. E, por nossa surpresa, de imediato encontrámos, nada mais, nada menos, que o próprio Danny Cavanagh. Aproveitamos para lhe pedir que nos autografasse o DVD de Anathema que levávamos connosco. Ele assim o fez e ainda nos ofereceu uma pequena prenda:

Best Wishes

“Best Wishes, from Anathema” – numa garrafa de coca-cola!

Confesso que este momento antes do espectáculo teve para mim um gostinho especial. E são nestes pequenos momentos, no ambiente intimista que é criado, que estes pequenos concertos ganham em relação aos grandes concertos. (Isso é pagar 10 euros para ver parte de uma das nossas bandas favoritas…wow).

Há ainda que salientar a participação de Duncan Patterson, que apesar de lesionado não deixou de nos presentear com algumas músicas!

Setlist (pode ter alguma falha, mas julgo que foi mais ou menos isto. Não sei se a posição da Are You There e da Hope são as correctas)

Danny Cavanagh
Acústico, 11-01-2008,IPJ Lisboa

Fragile Dreams
Leave no Trace
Forgotten Hopes
Inner Silence
One Last Goodbye
A Natural Disaster
Temporary Peace
Flying
Are You There?
Hope
Pink Floyd – High Hopes
Nick Drake – Place To Be
Nick Drake – Cello Song
Fleetwood Mac – Big Love
The Beatles – Norwegian Wood (with Duncan Patterson)
The Beatles – You’ve Got to Hide Your Love Away (with Duncan Patterson)
Angelica (with Duncan Patterson)
Led Zeppelin – Stairway to Heaven

Cá fica um videozinho para mais tarde recordar!

 

(mais videos ao pé deste: see “more from user”)

Psicologicamente Anathemizada.

 

1 ano e Magic Zombies!

Após completar 1 ano, no passado dia 8 deste mês, é com satisfação, que se ultrapassaram as 200.000 views. Aproveito para agradecer os prémios que se vão acumulando ali na barrinha lateral direita.

Em jeito de novidades, bem, finalmente chegou o Verão (ou assim parece)!

Aproveito para divulgar alguns eventos:

Para os Adeptos de Magic The Gathering, este é o fim-de-semana para a Release de 10ª Edição. Aproveitem o Magic Game Day. Eu aproveito para dizer mal da Devir, tendo em conta o evento único em terras de Lisboa (na Loja Arena). Sendo o lançamento de edições básicas, uma oportunidade por excelência de trazer novas caras ao jogo, e de velhas e novas caras aproveitarem ao máximo o torneio, acabam por ficar as pessoas limitadas a um único local. (Isto porque para quem tenha de se sujeitar a transportes públicos, torna-se mais complicada a deslocação até locais como Almada, Linda-a-Velha, Setúbal ou Sintra). Enfim, penso que deveriam ter em conta a acessibilidade e o número dos locais.

Por outro lado, outro evento que merece divulgação trata-se do ZOMBIE WALK LISBOA. Pois é, dia 31 de Agosto (Dia 31 de Outubro), vista-se de zombie, prepare-se para grunhir e venha até à Praça do Comercio em Lisboa, pelas 15h.

Vejam aqui mais informações: Zombie Walk Lisboa.

E é mesmo isso que estão a ouvir, uma passeata de zombies! Despenteiem os cabelos, rasguem roupas velhas, sujem-se de sangue falso, pintem olheiras e feridas, e venham juntar-se aos outros zombies que irão passear por Lisboa.

Além de eventos, aproveito ainda para divulgar uma ferramentazinha engraçada:

StumbleUpon

Aqui está o verdadeiro conceito de Zapping pela internet. Esta ferramenta permite adicionar uma pequena barra ao vosso browser (firefox; ie) que vos permite “stumble”. Isto é, escolhem uma lista de temáticas que vos agradem, e assim, sempre que carregarem “stumble”, surge um site acerca dessas mesmas temáticas. Encontram-se coisas engraçadas, que de outra forma não nos lembraríamos de pesquisar.

Psicologicamente informativa…